A

Apresentação

"O xamã, não se autoproclama. Ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos, então é reconhecido pelas pessoas de sua comunidade."

18 de janeiro de 2011

Como viver em harmonia com seu animal guardião

01) Dica número 1: é fundamental e imprescindível que você entre em contato com animais, sejam eles quais forem. Naturalmente, você se sentirá atraído por animais que estejam sintonizados com o seu guardião, mas todos os animais são bem-vindos. Todos têm algo a lhe ensinar.

02) Apóie de alguma forma uma entidade de proteção aos animais. Se preferir, pode apoiar uma entidade que cuide especificamente do seu animal guardião. Você pode ajudar com dinheiro, com sua presença, conscientizando as outras pessoa, divulgando os problemas que os animais passam. O importante é que você se mostre presente de alguma forma.

03) Seja um consumidor consciente. Fique sempre de olho nas indústrias e laboratórios que praticam a crueldade animal. Faça uma pesquisa, ligue para o atendimento ao consumidor, mexa-se! Faça a sua parte.

04) Eu poderia dizer aqui para você nunca mais consumir carne, mas nem todos estão preparados pra isso. Além do mais, se o seu animal guardião for um predador, não lhe fará bem excluir a carne. Se mesmo assim desejar fazê-lo, faça devagar, respeite sua natureza.

05) Assim que você descobrir seu animal guardião, faça-lhe pequenos agrados, como usar sua imagem em bibelôs, roupas ou bijuterias. Animais guardiões são vaidosos, gostam de ser vistos e lembrados. Quanto  mais você  mostrar que se lembra dele, mais ele se afeiçoa a você.

06) Depois de despertar o animal totem, faça alguns rituais eventuais para re-conectar. Para nós, que vivemos em cidade, é necessário.

07) Por último, exercite sempre um respeito e um carinho profundo por todos os animais (não só pelo seu). Como seguidor do xamanismo ou wicca você já deve fazer isso. Mas é sempre bom lembrar. Nossa memória às vezes nos prega peças e esquecemos coisas básicas...