A

Apresentação

"O xamã, não se autoproclama. Ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos, então é reconhecido pelas pessoas de sua comunidade."

27 de novembro de 2011

Lenda do primeiro xamã



Entre os caçadores:

Conta a lenda que, no princípio, só existiam os deuses no Oriente e os maus espíritos no Ocidente.
Os deuses criaram os homens, que viveram felizes até o momento em que os maus espíritos espalharam
a doença e a morte sobre a Terra. Os Homens pediram, então, que os deuses lhes enviassem um ser
poderoso que os defendessem.

Os deuses enviaram a Águia, mas os Humanos, desde os tempos primordiais, já eram orgulhosos e não
quiseram aceitar um pássaro, que nem mesmo falava sua linguagem, como o seu salvador.

A Águia resoluta retorna aos deuses e pede que lhe seja dado o Dom da Fala.
Os deuses a mandam de volta com a ordem de entregar o Dom da Fala do Xamanismo à primeira pessoa que
ela encontrasse. Esta é uma bela mulher,

que dorme sob uma árvore e com quem a Águia copula.
Dessa união nasce o Primeiro Xamã, filho da Águia que tem o Dom da Fala (da consciência),
que é a própria herança Xamânica, e de uma Mulher Humana, energia amorosa feminina, com a disponibilidade do Servir.

Esta lenda é encontrada em todas as tribos Xamânicas da Ásia e da África.