A

Apresentação

"O xamã, não se autoproclama. Ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos, então é reconhecido pelas pessoas de sua comunidade."
Clique no Play e curta

Clique no Play e curta

29 de abril de 2012

O LOBO COMO ANIMAL SAGRADO

O LOBO COMO ANIMAL SAGRADO

Para os nativos norte-americanos, o lobo é um grande símbolo espiritual sendo considerado como um mestre "descobridor de trilhas". A estrela do lobo é vermelha, associada por todas as etnias. Também conhecida como Sírius, ela é a estrela mais brilhante no céu do norte. A via láctea é o seu caminho - a rota para o paraíso. Com o tempo,o lobo foi "inserido" numa das quatro estações:...o verão; em conjunto com as árvores e florestas: o salgueiro, e entre as grandes forças naturais: com as nuvens.
Os indígenas respeitam a sua bravura como caçador, inteligência,determinação, prespicácia e a maneira como ele se move silenciosamente pela paisagem. Ficam emocionados com seu uivo, o qual eles algumas vezes consideram como uma conversa com o mundo espiritual. O lobo aparece em muitas histórias ancestrais, como um mensageiro,

28 de abril de 2012

LENDA (?!)... SIOUX DA ÁGUIA E DO FALÇÃO

LENDA (?!)... SIOUX DA ÁGUIA E DO FALÇÃO

Conta uma velha lenda dos índios Sioux, que uma vez, Touro Bravo, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros, e Nuvem Azul, a filha do Chefe , uma das mais formosas mulheres da tribo, chegaram de mãos dadas, até a tenda do velho feiticeiro da tribo ... 


-" Amamo-nos... e queremos casar" - disse o jovem.


- "Sim!!!... nós amamo-nos tanto, que queremos um feitiço,

A GRANDE INVOCAÇÃO (oração xamânica)

Que as Forças da Luz tragam a iluminação ao gênero humano.

Que o Espírito da Paz se espalhe em todos os lugares.

Possam os homens de Boa Vontade, em todos os lugares,
Unir-se num espírito de cooperação.

Possa o perdão, por parte de todos os homens,
Ser a tônica destes tempos.
Que o poder ouça os esforços dos Grandes Seres.
Que assim seja, e ajudai-nos a fazer a nossa parte.

Que venham os Senhores da Libertação.
Que tragam socorro aos filhos dos homens.
Que venha o cavaleiro do local secreto.
E, ao chegar, que salve.
Vinde, ó Ser Supremo.

Que as almas dos homens despertem para a luz
E que possam permanecer concentradas no objetivo.
Que a ordem do Grande Espírito se adiante; chegou o fim do infortúnio!
Vinde ó Ser Supremo.

Chegou a hora do serviço da Força da Salvação.
Que ela se alastre por todos os lugares, ó Ser Supremo.
Que a Luz, o Amor, o Poder e a Transformação
Preencham o propósito daquele que se aproxima.
A vontade de salvar está aqui.
O amor por levar o trabalho adiante está amplamente difundido.
A ajuda ativa de todos os que conhecem a Verdade, também está aqui.
Aproximai-vos ó Ser Supremo e harmonizai esses três.
Construí um grande muro de defesa.
O domínio do mal deve terminar agora.

Do ponto de luz na mente do Grande Espírito
Que flua a luz às mentes dos homens,
Que a luz desça à Mãe-Terra.

Do ponto de amor no coração do Grande Espírito
Que flua amor aos corações dos homens
Que o sentimento do amor retorne à Mãe-Terra.

Do centro onde a vontade do Grande Espírito é conhecida
Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,
O propósito que os Mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos raça dos homens
Que se cumpra o plano de amor e luz
E se feche a porta onde se encontra o mal.
Que a luz, o amor, e o poder restabeleçam o plano do Grande Espírito sobre a Mãe-Terra.

Do centro da Vontade e do Poder
Que o propósito do Rei
Seja o propósito de todos os homens.

Do centro da Sabedoria e do Amor
Que a obra dos Grandes
Seja o serviço entre todos os homens.

Do centro da Inteligência e da luz
Que o Verbo do Amor seja ouvido e atendido.
E que o Espírito de Cooperação una a todos os homens.

A Era da Redenção chegou!
Que o cavaleiro soerga a espada!
Que o plano do Grande Espírito se realize!

27 de abril de 2012

SAGRADO BUFALO BRANCO

SAGRADO BUFALO BRANCO

O Búfalo, ou bisão, é considerado por muitas tribos com sendo um símbolo de abundancia pois era a carne do búfalo que alimentava o povo, o couro que fornecia vestuário e abrigo, os ossos e tendões que forneciam ferramentas de sobrevivência.


Na lenda do cachimbo sagrado, o Búfalo Branco deu o Cachimbo Sagrado aos Sioux como um vigilante da Nação Vermelha. Este cachimbo guardava o poder do Grande Espírito. Ele trazia às pessoas a mensagem de paz e dizia que eles teriam uma boa caçada e se transformariam em uma grande nação.


A aparição de um búfalo branco é um sinal que os rezadores tem ouvido,

26 de abril de 2012

INTERPRETAÇÃO DOS SINAIS DE FUMO

INTERPRETAÇÃO DOS SINAIS DE FUMO


Nos dias em que o vento soprava, e os nós de fumo se dissipavam, os nossos nativos, tinham uma maneira de transmitir a mensagem de perigo/não perigo. Se houvesse perigo (por ex., inimigos invasores), acendiam uma única cadeia de fumo, denso e continuo no topo de uma colina; numa situação de não perigo, essa mesma cadeia de fumo surgeria no meio da colina. - era essa uma das maneiras de tranquilizar e  pôr em segurança, a aldeia, suas mulheres e crianças, de uma qualquer ameaça. 


Quando o clima assim o permitia, os índios,

25 de abril de 2012

CARTA DO CHEFE SEATTLE

..."O que ocorrer com a terra, recairá sobre os filhos da terra... Há uma ligação em tudo.” 


No ano de 1854, o presidente dos Estados Unidos(Franklin Pierce), fez, a uma tribo indígena a proposta de comprar grande parte de suas terras, oferecendo, em contrapartida, a concessão de uma outra "reserva".
O texto da resposta do Chefe Seatlle, tem sido considerado, através dos tempos, um dos mais belos e profundos pronunciamentos já feitos a respeito da defesa do

24 de abril de 2012

SETE DIREÇÕES SAGRADAS

ORAÇÃO SIOUX ÀS FORÇAS DA NATUREZA

Desde a Casa Leste da Luz
Que a sabedoria se abra em Aurora sobre nós
Para que vejamos as coisas com claridade

Desde a Casa Norte da Noite
que a sabedoria amadureça entre nós
para que conheçamos tudo desde dentro

Desde a Casa Oeste da Transformação

que a Sabedoria se

23 de abril de 2012

A QUEM DIZ A VERDADE...

A QUEM DIZ A VERDADE... 


Os provérbios são transmitidos principalmente para instruir o povo que não lê, que não pode ler, seja porque motivo for ... ele precisa de noções fundamentais para se orientar no seu dia-a-dia, de princípios e normas para conduzir-se em conformidade com os ditames da sociedade e do mundo em que vive. A sabedoria contida nos provérbios, não é contudo prerrogativa do povo humilde, das pessoas de vida simples. O provérbio estende sua verdade a todo ser humano. A verdade difundida pelos provérbios é pré-existente na mente humana. Neste sentido,

22 de abril de 2012

PAU-FALANTE

"Meditem no uso da palavra, no poder da palavra!!! No quanto as pessoas retém energia na garganta!!!"...


O Pau-Falante é utilizado especificamente por nativos norte-americanos. Trata-se de um pedaço de pau consagrado para que se apresente o "Sagrado Ponto de Vista "


- É utilizado em reuniões sociais ou Conselhos Tribais, quem o detem no momento da palavra, NUNCA O UTILIZARÁ EM MOMENTO ALGUM, em que alguma palavra não represente a verdade.


- Só fala quem estiver com o Pau-Falante na mão,

21 de abril de 2012

pequenas... GRANDES... frases

"Falar amávelmente, não fere a lingua"!! 
(provérbio Índio)


"Pense o que quiser pensar, você tem que viver com seus próprios pensamentos"
(provérbio Dakota)


"Ouça...ou a sua lingua o manterá surdo"!!
(provérbio Índio)


"Possua uma visão, não desfocada pelo medo"
 (provérbio Cherokee)


"Você deve viver sua vida do início até o fim,

20 de abril de 2012

O SILÊNCIO

..."Nós os Índios, não temos medo dele. Na verdade, para nós, ele é mais poderoso do que as palavras. Nossos ancestrais foram educados com o silêncio e eles nos transmitiram esse conhecimento"...


"Observa, escuta, e logo actua", - diziam-nos...." Esta é a maneira correta de viver"...


Observa os animais para ver como cuidam dos seus filhos.


Observa os anciões para ver como se comportam.


Observa o homem branco para ver o que quer.


..."Observa SEMPRE  primeiro com o coração e a mente

MENSAGEM DO SILÊNCIO

- Meu Velho Sábio..., qual foi a maior dádiva que Wakan Tanka deu aos homens? - perguntou Urso Malhado a seu Mestre.


O velho Xamã, sentado à horas num  banco feito de um  tronco de uma árvore,  assim permaneceu, não respondendo, nem se mexendo, como se Urso Malhado não lhe tivesse feito qualquer pergunta.


Passado algum tempo, o discípulo interpelou novamente o Xamã, fazendo a mesma pergunta e, mais uma vez, a resposta que obteve foi o SILÊNCIO.


Quando Urso Malhado, um pouco triste sem entender o motivo daquele "SILÊNCIO", começou a afastar-se, a voz de Flecha de Prata, o Xamã, fez-se ouvir:

Comemoração pelo dia do Índio

15 de abril de 2012

SALVE PENA BRANCA


SALVE PENA BRANCA 

Gratidão Eterna por Vossa Presença Luminosa em nossas Vidas

dia 19/abril - Dia do Indio - Celebração na PAX às 15h com transmissão via internet : www.dopranaaluz.blogspot.com 

Carmen Balhestero

PAX: Av. Braz Leme, 1353 - São Paulo/SP Brasil - CEP 02511-000 
Tel.: (11) 2236.2726 - 2236.0244 - 2256.8002

13 de abril de 2012

Ritos e símbolos

Os rituais e símbolos xamânicos representam uma das sagas mais fascinantes sobre como os seres humanos tentam relacionar-se com o sobrenatural para criar uma condição de saúde no sentido mais amplo. Meu objetivo, não é apresentar um compêndio da prática xamânica, pois isso já foi feito, e muito bem, por outros autores. Tentarei apenas resumir e dar alguns exemplos.


Podemos destacar sobre rituais e práticas xamânica quatro questões. A primeira, é que os rituais e símbolos de cura têm um significado muito diferente e, ainda assim, muito real, na realidade não-ordinária ou estado xamânico de consciência. A segunda questão é que muitos rituais e símbolos são culturalmente determinados e só falam às necessidades de uma população específica. A terceira é que há símbolos e rituais análogos em todas as parte do mundo, indicando uma espécie de inconsciente coletivo. Finalmente, e da maior importância, que embora esses instrumentos de trabalho não possam de modo algum ser separados ou subtraídos do conceito de xamanismo,

Cerimônia da Pena

As penas nos conectam com as forças do ar e com o espírito. Elas chamam os espíritos do ar para brincar. Colocam tudo em movimento em nossas vidas, movem energias estagnadas, purificam, bem como harmonizam nosso corpo energético.


Muitos acreditam que os espíritos se fazem notar ao assumir a forma de pássaros. Muitos totens espirituais que são pássaros na verdade são espíritos do ar usando a forma de pássaros para se conectarem conosco. 


Através das penas, nós podemos chamar estes espíritos do ar. Nos aprendemos a tornar nossos desejos realidade. 


Aqui esta uma cerimônia que honra estes espíritos e que vai mostrar a você como se conectar com as forças do ar usando as penas.


1 - Em um dia que não tenha vento,

12 de abril de 2012

Fogueira - Memória Ancestral

"Anciões reunidos, fogo da luz da Sabedoria. Palavras... decisões... conclusões... ao longo da noite". -- Jamie Sams, Fogueira do Conselho - em Cartas do Caminho Sagrado.


"Quando a Terra e as leis da Natureza Cósmica e Terrena foram criadas, os anciães da sabedoria fizeram uma roda e as narraram diante de uma fogueira, de modo que todo o fogo gravou na memória todas as leis e o calor da sabedoria dos anciães. Por isso, quando uma fogueira se ascender e um círculo de pessoas se unir em torno do fogo, as leis serão aprendidas novamente no coração humano". -- Kaká Werá Jecupé, em A Terra dos Mil Povos.


Na Roda de Cura, trabalhamos com os quatro elementos,

9 de abril de 2012

ORAÇÃO À PACHAMAMA

Mãe de Deus,
Espírito da tarde,
Filha do Sol,
Irmã da lua,
Mãe do vento,
Senhora dos Andes,
protetora da vida
em todas as suas formas.
Tu que eras a vida,
a magia de viver,
e a certeza de morrer,
és agora o mistério,
o silêncio e a majestade da cordilheira.
Acendias a madrugada de cada dia,
pressentida pelos
pássaros e pelos poetas.
Tu acolhias o Sol
cansado e sonolento
a cada entardecer
e sobre Ele estendias
mantos de vicunha,
só percebidos pelos índios da cordilheira.

Tu guiavas o índio perdido
quando seus caminhos
chegavan ao céu.

Por que te ensombreceste?
Acaso foram as caravelas?
Foi o homem branco,
que tu não criaste?
Foram seus rifles 
e as matanças que fizeram
de tua criação?
Foram seus deuses ferozes
que de Atahualpa
beberam o sangue
e usurparam as riquezas?

Pachamama levanta-te:
A natureza é tua.
Restitui-a a sua antiga grandeza,
a humanidade está a tua espera,
precisa de tua bondade
e do teu equilíbrio,
e até o homem branco,
pedindo perdão de joelhos,
chorando te agradecerá.