A

Apresentação

"O xamã, não se autoproclama. Ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos, então é reconhecido pelas pessoas de sua comunidade."

6 de julho de 2012

Totem - O Corvo


O totem animal para os nascido na Lua do Vôo dos Patos é o Corvo. Corvos às vezes são agressivos, mas freqüentemente cautelosos. Eles são pássaros inteligentes que sabem como derrubar um molusco do ar sem quebrar a concha e pegar a carne que há dentro dele. Os Corvos defendem com ferocidade seu território e família. Os ciganos admiram os Corvos pela lealdade que estes demonstram para seu povo. Dizem que estes pássaros têm conselhos tribais, e se você alguma vez viu um bando pousado em alguma cerca ou galho, certamente eles estão em conferência falando entre si.
Diz a lenda, que se estes pássaros vão contra as leis da tribo, eles cometerão suicídio caindo de um lugar alto.

Para os Nativos Americanos, Corvos são representados como os pássaros do equilíbrio entre o homem e natureza. Quase todas tribos têm uma lenda sobre o Corvo explicando por que ele é preto. Em todas lendas o Corvo começa como um pássaro branco cuja cor foi mudada como um castigo pelos seus atos malignos ou por ter feito um esforço para ajudar o homem, tentando apagar um fogo que ameaçava estas pessoas. Esta dualidade nas lendas ilustra a dualidade que os Nativos Americanos sentem sobre o Corvo. Para uns, ver o Corvo é um presságio ruim; para outros, é bom.

Como o Corvo, as pessoas deste totem são capazes de voar para lá e para cá até atingir um lugar onde elas possam absorver a energia da Mãe Terra. Elas são pessoas que se sentem confortáveis tanto na Terra como no Céu. Podem voar uma grande distância e ao sentirem-se cansados elas podem planar tranqüilamente, dependendo do estado de equilíbrio que elas alcançaram. O estado de equilíbrio é crucial para as Pessoas do signo do Corvo, porque, tal como o Pássaro Trovão, elas são capazes de voar de uma posição a outra.
O totem do Corvo é paradoxal, porque as pessoas do signo do Corvo exemplificam os paradoxos da vida nas suas próprias emoções. Por serem capazes de voar alto, elas podem ver o bem e o mal de qualquer ponto de vista, e buscar a harmonia perfeita para seus problemas. Tal como o seu pássaro, elas são cautelosas, e com boa razão, pois provavelmente elas foram feridas ao serem crédulos no passado. Elas saberão fugir de uma situação a qualquer sinal de perigo. Elas são pessoas inteligentes, capazes de aprender com suas visões e idéias.

Elas tendem a ser orientadoras. Elas estão contentes quando estão com um grupo de pessoas que compartilham suas idéias, e se sentem muito seguras neste ambiente. Tal como o Corvo, elas demonstram um espírito de defesa agressivo quando atacam seu grupo e território. Se elas sentem que esses que elas amam são ameaçados, os defenderão contra qualquer coisa, não importando seu tamanho ou força.