A

Apresentação

"O xamã, não se autoproclama. Ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos, então é reconhecido pelas pessoas de sua comunidade."

1 de agosto de 2015

Xamanismo e consciência planetária

O respeito à nossa geração e às gerações futuras, lembrando sempre que o nosso planeta Terra não é descartável

O termo xamanismo é de origem siberiana, baseado no conceito do saman, que identifica aquele que é inspirado pelo espírito, aquele que não perdeu a conexão, a integração.

O xamanismo teve a sua origem há milhares de anos, quando nossos ancestrais decidiram superar todos os obstáculos impostos no caminho da evolução. Através da integração com o meio ambiente, confiança e determinação descobriram as fórmulas que iriam garantir a sua sobrevivência. Não possuíam tecnologia avançada, mais com a necessidade de vencer e sobreviver, criaram técnicas naturais, se organizaram, desenvolveram e ativaram plenamente seu poder pessoal.  Os guerreiros antigos, utilizavam toda a força do seu universo interior  e uma enorme integração com a  natureza, as quais o xamanismo decodificava e direcionava em prol de sua sobrevivência e sucesso.


O xamanismo possibilitou um maior senso de comunidade, união, organização e disciplina, além de uma maior autoconfiança, integração ambiental e conexão, tudo torna-se sagrado na espiritualidade natural. As formas existentes na natureza eram então respeitadas como sendo espíritos que formavam uma única família, uma lição que poderíamos aplicar nos dias de hoje para melhorar todas as nossas relações. Também foi responsável pelo surgimento de várias técnicas de cura, estratégias, filosofia e artes. Várias técnicas muito antigas são utilizadas até hoje, reconhecidas por comunidades científicas, outras com características tradicionais milenares reconhecidas popularmente, enfim o importante é que essas maravilhosas técnicas naturais e evolutivas ainda estão sendo utilizadas e com certeza, sempre serão utilizadas pela humanidade em seus processos de cura.

O xamanismo é muito profundo, é uma linda filosofia de vida, onde honramos e agradecemos ao Todo a possibilidade de estarmos aqui, neste Planeta Mãe Escola, evoluindo, crescendo, respeitando toda a existência, resgatando a integração com o Mãe Natureza. Os guerreiros da luz tem como missão buscar a paz, saúde, sucesso, equilíbrio entre corpo, mente e espírito e ampliar sua visão sobre tudo. Sabemos que cada um de nós temos a responsabilidade de escrever sua história pessoal de forma harmoniosa e integra, permeadas pelo perfume do amor.

Integração com a natureza
No xamanismo, reconhecemos que somos uma semente, um micro-universo de infinitas possibilidades, nos preparando a todo instante para se tornar uma árvore bela, viçosa e frutífera.

O Xamanismo é a síntese da espiritualidade, da integração e da essência divina. Não tem nenhuma conotação religiosa e onde seu templo é a própria natureza.

Praticar xamanismo é buscar a excelência espiritual, é enxergar a realidade existente por trás dos conceitos e se harmonizar com as marés naturais da vida, valorizando a essência e não a forma, ampliando assim sua consciência ecológica planetária, reconhecendo a importância de cuidarmos muito melhor da Mãe Terra, pois sabemos que o planeta está gritando e se faz necessário assumirmos nossas responsabilidades para termos uma qualidade de vida verdadeiramente melhor, respeitando a nossa geração e as gerações futuras, lembrando sempre que o nosso planeta Terra não é descartável . Para isso precisamos repensar de forma coerente sobre nossos hábitos, buscando exercer atitudes muito mais responsáveis. Para que aconteça realmente uma mudança de consciência, em todos os níveis de atividade, a prática é necessária. Não basta saber, é preciso aplicar; não basta querer, é preciso fazer. A prática estabelece contato com outros planos de consciência, a fim de resgatar a espiritualidade natural, a re-conexão com estas forças da natureza que está presente ao nosso redor e alcançar o despertar da felicidade plena.

Assim, seguindo o fluxo da integração total, o Céu torna-se o Pai que ensina o caminho das estrelas e das origens ancestrais. A Terra torna-se a Mãe que ensina os caminhos das relações, das integrações e da evolução na matéria. O grande Avô é o Sol que, com seu sorriso caloroso, ensina todos os dias a sabedoria dos ciclos e do círculo da vida. Então a Avó Lua com sua serenidade, ensina a arte de sonhar e os mistérios que iluminam os caminhos pelas noites da vida. As Árvores e Vegetais tornam-se o Povo em Pé; as Águas, o Povo das Águas; o Trovão, o Espírito do Trovão; as Pedras, o Povo de Pedra e todos os Animais tornam-se os Irmãos mais jovens, cada um com sua medicina particular. Tudo possui uma energia vital, uma força, um espírito.

Quem está neste caminho sagrado abençoa, compreende e respeita todos os seres, pois fazemos parte de uma grande tribo estelar.

Este é o caminho mágico da integração consigo mesmo e com a natureza, onde o valor maior é o sentir.

Amor e luz a todos visitantes.

Voz dos Elementos